terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Exercício para seu cão!!!

Nos dias de hoje, os cães também levam uma vida sedentária e é muito importante que os cães exerçam alguma atividade.
 Entenda atividade como qualquer forma de exercício, desde brincar de bolinha no corredor até um super programa de treinamento acompanhado do veterinário, incluindo esteira, natação e tração.
 Exercícios físicos, além de serem bons para a saúde dos cães são ótimos para manter e aumentar a massa muscular, melhorar agilidade e o condicionamento físico.
 Cães que praticam atividades como Agility, Flyball, Natação, Caminhada e Outros, são sempre mais saudáveis.
 Qualquer exercício deverá ser feito com acompanhamento do veterinário e sempre de forma bem natural, para que o cão sinta-se à vontade e faça com humor e alegria. Um dos melhores exemplos para isso é o Agility, onde o cão se exercita, brinca, corre, pula, se sociabiliza, obedece e sempre de maneira alegre e bem natural.
 Sempre respeite o animal, os exercícios não devem passar do limite do seu cão, sempre siga as recomendações do veterinário.
 Nunca se esqueça do clima, se um cão caminha uma hora às seis da manhã, não vai querer que ele ande vinte minutos num calor de quarenta graus.
 Filhotes devem brincar de correr e pular espontâneamente.
 Os melhores exercícios para o seu cão são aqueles que ele mais gosta.
 Nunca utilize esteróides anabolizantes em seu cão. Existem mais de 100 efeitos colaterais causados por anabolizantes. Converse com o veterinário do seu cão sobre os Aminoácidos, existem vários no mercado que com acompanhamento não farão mal algum.

  Nunca force o seu cão a fazer qualquer tipo de exercício, até mesmo aquele que ele mais gosta e faça uma pergunta a você mesmo. “- Será que ele está se sentindo bem?”.


http://www.clindexacademia.com.br

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Predisposição genética para obesidade é mito?

Cientistas descobriram que as pessoas podem fazer exercícios e queimar 40% do peso extra relacionado à genética. A informação, publicada na revista PLoS Medicine, saiu no site do jornal britânico "Telegraph".


Embora algumas pessoas tenham mais propensão a ter excesso de peso ou mesmo obesidade, estudiosos do Medical Research Councils Epidemiology Unit, em Cambridge, descobriram que ter um estilo de vida ativo pode ajudar no combate contra a herança genética de uma pessoa.

Os pesquisadores tiraram suas conclusões após analisar os genes de mais de 20.000 homens e mulheres com idade entre 39 e 79 anos, olhando para 12 marcadores genéticos conhecidos por aumentar o IMC (índice de massa corporal) e o risco de obesidade.

Com isso, calcularam a "classificação" da predisposição genética para cada pessoa.


Depois, pediram aos participantes para preencher um questionário sobre os níveis de atividade física no trabalho e em outros lugares.


"Os resultados desafiam o mito popular de que a obesidade é inevitável se ocorre na família e podem orientar futuros tratamentos para combatê-la", concluíram os cientistas.

Segundo a líder do estudo Ruth Loos, do MRC, "a pesquisa mostra que mesmo aqueles que têm maior predisposição genética para desenvolver obesidade podem melhorar sua saúde, praticando algum tipo de atividade física diária".

"As pessoas não têm que correr maratonas para sentirem a diferença; passear com o cachorro ou trabalhando no jardim é suficiente. Isso mostra que não somos completos escravos da nossa constituição genética e que podemos fazer uma grande diferença para nossa saúde futura, alterando nosso comportamento.", acrescentou. ( fonte: http://www.educacaofísica.com.br/)

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Pedalar faz bem!!!


Pedalar é um dos esportes mais comuns, tanto entre adultos como entre as crianças. E são muitos os benefícios que essa atividade traz à saúde, entre elas redução dos riscos de doenças cardiovasculares. Porém, no Brasil temos um problema em relação à divisão de espaço com os carros, pois muito usam a biclicleta como meio de transporte no seu dia-a-dia. Porém, preocupada com os riscos que as pessoas correm trocando o carro pela bicicleta, a Utrecht University, na Holanda, pesquisou e chegou à conclusão que os benefícios que a atividade traz para a saúde ainda superam a exposição aos acidentes e à poluição do ar quando se anda de bicicleta.
Pedalar ajuda a controlar o peso corporal e a desenvolver a aptidão cardiorrespiratória, além de ajudar a evitar problemas cardiovasculares. A musculatura das pernas, que é bastante exigida, também é melhorada com a prática. A bicicleta é bastante indicada para a maioria das pessoas. Nas academias é muito comum que as pessoas que não se adaptam ou tenham contra-indicação para fazer esteira sejam orientadas a pedalar. Pessoas que estejam buscando um esporte para começar agora, procure antes um médico para fazer uma avaliação. Depois disso, é importante a oriental um profissional de educação física para orientar os exercícios. O tempo e a frequencia semanal de prática de qualquer exercício físico depende de uma série de variáveis e só podem ser adequadamente identificados por um professor de educação física, pois dependem de indivíduo para indivíduo. Qualquer generalização neste campo será um mero "chute". Também recomenda-se o uso de roupas adequadas para a prática esportiva, cuidados com a hidratação e não se exercitar em jejum. O uso do capacete e protetor solar no caso de exercitar-se durante o dia em lugares externos é essencial.